Notícias

Troféu Joaquim Agostinho

9th Julho, 2015

Um pelotão de 12 nacionalidades, formado por 150 corredores, em representação de 19 equipas, disputa, de 9 a 12 de julho, a 38.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

A corrida portuguesa que integra há mais tempo ininterruptamente o calendário internacional é, em 2015, claramente vocacionada para trepadores, num ano em que será disputada pelo maior pelotão de sempre. Duas das três etapas em linha terminam em alto e a outra fica marcada pelo sobe e desce do circuito de Torres Vedras. A exceção é o prólogo, um contrarrelógio individual de 8 quilómetros, a disputar, a partir da 17h00, de dia 9, no Turcifal.

A corrida termina no dia 12 com a viagem mais longa, 172,4 quilómetros entre S. Martinho do Porto e o Parque Eólico da Carvoeira, com passagem pela Lourinhã. A meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria, mas antes de ali chegarem os corredores terão já ultrapassado outras duas subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores.
udo cartaz

Etapas
9 de julho – Prólogo: Turcifal – Turcifal, 8 km (Partida do 1.º corredor: 17h00)
10 de julho – 1.ª Etapa: Ventosa (11h45) – Alto de Montejunto (15h20), 155,5 km
11 de julho – 2.ª Etapa: Ameal (12h55) – Torres Vedras (16h20), 143 km
12 de julho – 3.ª Etapa: S. Martinho do Porto (12h00) – Parque Eólico da Carvoeia (16h00), 172,4 km