Notícias

+ Património

23rd Fevereiro, 2016

Esta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, uma delegação do Partido Ecologista ‘Os Verdes’, que integrou os dirigentes nacionais Sónia Colaço e Samuel Tomé, visitou o Moinho do Boneco, na Moita dos Ferreiros.

A iniciativa visou dar a conhecer aos ecologistas o património molinológico do Oeste e, ainda, a intenção de ser constituída uma candidatura dos Moinhos de Vento do Oeste Português a Património Mundial da UNESCO.

IMG_20160222_111541

Antes de dar início à visita guiada, Fátima Nunes, proprietária do Moinho do Boneco, explicou em traços gerais o objetivo desta candidatura e justificou a importância dos moinhos para a identidade cultural da região oeste.

Para dar uma vida nova aos moinhos, Fátima Nunes apresentou algumas das medidas a tomar, nomeadamente a nível de legislação que promova, defenda e valorize os moinhos de vento; divulgação e reconhecimento da sua importância cultural e ainda a atração de investimento e promoção do empreendedorismo, através do restabelecimento da atividade da moagem para fins comerciais de consumo.

A apresentação de uma candidatura a património mundial da UNESCO requer um plano de gestão do património. É neste capítulo que, segundo Fátima Nunes, o Estado é um parceiro fundamental, na aplicação de leis que ajudem a preservar os moinhos de vento.

O projeto de candidatura dos ‘Moinhos de Vento do Oeste Português’ a Património Mundial da Humanidade da UNESCO nasceu da vontade da família Nunes, uma família de moleiros há várias gerações. A grande impulsionadora do projeto, Fátima Nunes, já reuniu o apoio de diversas entidades e o convite dirigido a todas as forças políticas com assento parlamentar é uma forma de reunir consenso alargado em torno desta candidatura.

Qualquer candidatura a património da UNESCO requer a elaboração de um dossier complexo e nesse sentido, Fátima Nunes encontra-se neste momento a tentar estabelecer uma parceria com o Instituto Politécnico de Leiria, de forma a criar um grupo de trabalho que se foque se objetivo.

Da parte do Partido Ecologista ‘Os Verdes’, Sónia Colaço deixou um conselho relacionado com o apoio fundamental do poder autárquico na elaboração de uma candidatura e deu o exemplo do Cante Alentejano.

IMG_20160222_120059 IMG_20160222_120200

No final da visita guiada ao ‘Moinho do Boneco’ e da apresentação do projeto de candidatura dos ‘Moinhos de Vento do Oeste Português’ a Património Mundial da Humanidade da UNESCO, d’Os Verdes ficou a garantia de exposição e divulgação do projeto no seio do partido e o apoio no incentivo à discussão pública sobre a importância deste património, nomeadamente na Assembleia da República.

Depois do apoio dado pela presidente do CDS-PP Assunção Cristas e pelo deputado Pedro Mota Soares, para além dos apoios já reunidos da parte do PSD, a nível da concelhia da Lourinhã e de Bloco de Esquerda e PAN, já só falta ouvir o Partido Socialista e o PCP para dar ainda mais força a este projeto que parte da Lourinhã para o mundo.