Notícias

Matas: Homicida acaba por se suicidar

8th Abril, 2015

Um homem de 70 anos – Pedro – com a alcunha de “tota”, matou esta terça-feira um primo afastado, a tiro, após desavenças familiares, ao que tudo indica relativas a um veículo, e de seguida barricou-se na sua casa, nas Matas, na União de freguesias de Lourinhã e Atalaia.

O crime ocorreu por volta das 17h00 desta terça-feira, perto da casa onde o homicida armado habita e onde se acabou por barricar.

A vítima, de 52 anos, foi encontrada na via pública pelas autoridades depois de ter sido atingida com, dois tiros, disparados por uma uma pistola 6.35 e foi aí assistida pelos bombeiros e pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste.

O primo do homicida foi transportado para o hospital por volta das 19h00, mas acabou por morrer a caminho da urgência de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste.

No local esteve concentrado um grande aparato policial, composto por militares da GNR – que montaram um perímetro de segurança em redor da casa onde o homem se barricou – e elementos das forças especiais e negociadores desta força policial.

O homicida esteve barricado desde as 18 horas até à meia noite e dezasseis minutos, altura em que a GNR decide entrar na habitação, após várias tentativas de negociação,  tendo para o efeito, disparado 5 “flashbang” (granadas inertes que apenas emitem sons) no exterior da habitação, seguidos de clarões.

Antes do contacto visual, entre a equipa técnica da GNR e o individuo, este terá disparado contra si mesmo dois tiros, tendo vindo posteriormente a falecer.