Notícias

ECOMAR – Aprovada redução de fundos

2nd Outubro, 2015

Na última terça-feira houve um conselho de Parceiros da DLBC Ecomar, que une diversas entidades dos municípios de Torres Vedras e da Lourinhã ligadas à zona costeira. Nesta reunião de parceiros foi aprovada a Reprogramação financeira da Ecomar que inicialmente apresentava um valor próximo dos 4 milhões de euros e que acabou por ser aprovada na terça-feira com uma redução de 1.9 milhões de euros, ficando o montante final em 2.8 milhões de euros disponíveis para projetos de investimento.

Em entrevista à RCL, Fernando Oliveira, Vereador responsável pelo pelouro de Turismo e competitividade, explicou as razões que levaram à necessidade de se reprogramar financeiramente a candidatura Ecomar.

 Os 2.8 milhões de euros definidos para a DLBC Ecomar serão financiados por 3 fundos diferentes.

 Na perspetiva do Vereador Fernando Oliveira a reunião foi positiva, uma vez que a votação foi aprovada com uma abstenção entre cerca de 50 entidades parceiras.

 A única abstenção relativamente à reprogramação financeira da DLBC Ecomar veio da Associação dos Amigos de Atalaia e Porto das Barcas que viram o seu projeto de construção de um porto artesanal na Praia de Porto das Barcas não ser incluído no pacote de financiamento  da Ecomar dedicado ao sector das pescas.

O Vereador Fernando Oliveira justificou esta decisão do Conselho de Parceiros como facto dos 3 portinhos artesanais do concelho da Lourinhã poderem ser incluídos numa candidatura ao fundo PEOMAR 2020, enquanto outros projetos não têm essa hipótese.

 Fernando Oliveira não condena a preocupação do Grupo de Amigos de Atalaia, não excluindo a possibilidade de em caso de ausência de projetos de investimento os portinhos voltarem a ser canalizados para a Ecomar e garante que todos os parceiros estão preocupados.

 Segundo o Vereador, uma candidatura ao PEOMAR 2020 poderá permitir ao projeto dos portinhos artesanais um limite máximo de investimento superior aos 200 mil euros que limitam cada projeto no âmbito da DLBC Ecomar.

Esta semana em sessão pública de Reunião de Câmara o Vereador responsável pelo pelouro das obras públicas e ordenamento do território, Vital Rosário, confirmou que o Município encetou negociações com a consultora que deu sinal verde à construção do portinho artesanal de Porto das barcas, para avaliar a viabilidade dos projetos dos portinhos artesanais de Paimogo e Porto Dinheiro.