Notícias

Conversas com Pais – dia 25

25th Maio, 2016

No 3º e último programa, da edição especial de Conversas com Pais, Maria João Picão, em directo pelo skype de Macau, Miguel Carvalho, em estúdio, falaram sobre – Terapias/ Rastreios.

Nos programas de 2ª e 3ª, falámos da qualidade de vida, da saúde mental, da alimentação, tendo sempre em conta o percurso natural do crescimento e vida da criança, dos jovens e da relação com os pais, com a família. Maria João Picão considera que “o mais importante é o que está antes e fora da escola, é neste equilíbrio que se criam as melhores condições de aprendizagem”. Todavia, é inevitável, nos dias de hoje, falar da quantidade de crianças medicadas. Poderá aqui ouvir um excerto da conversa desta manhã, a propósito deste assunto.

Além da escola, a vida fora dela, o convívio com os amigos também sofre as suas transformações. Mais uma vez a palavra “equilíbrio” surge na troca de ideias, entre Maria João Picão e Miguel Carvalho: ter saúde ou ser saudável é ficar sempre em casa e não estar exposto a tantos perigos, ou é o equilíbrio entre o espaço da família e o espaço de rua, do grupo?

Quando não é encontrado e cultivado este ponto de equilíbrio, as crianças, os jovens, as famílias, podem deparar-se mais facilmente com problemas da mais diversa ordem. Será que estamos a assistir, por parte dos pais, a um excesso de valorização dos cuidadores externos (professores, explicadores, médicos, terapeutas da fala, psicólogos)?

Actuar na prevenção”, é a recomendação-chave para pais e cuidadores, sendo que aqui, a funções dos rastreios, pode ser um ponto de partida para detectar a origem de alguns problemas.

A edição especial de Conversas com Pais, a propósito do mês das Jornadas da Saúde e do Bem-estar, chegou hoje ao fim, com as colaborações de Maria João Picão, Professora Especializada em Psicologia Educacional e Educação Especial e Miguel Carvalho, Psicólogo Clínico e Psicoterapeuta e com o apoio da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Lourinhã e do Município da Lourinhã.